PORTOGALLO 30 aforismi e mimo  -  caffè Bicafé = 2004
 

POR-0012

              
1 2 3 4
              
              
5 6 7 8
              
              
9 10 11 12
              
              
13 14 15  
              
Le 15 immagini sono ripetute due volte; sul retro 30 diversi aforismi     ---     The 15 images are repeated two times; on the back 30 different aphorisms.
              
              
         retro / back   

 

       
1 1 2 2
Só se goza bem aquilo que partilhamos.   (M. de Genlis) Faz-nos mais felizes dar do que receber.   (Actas dos Apostoles) Um pouco de paixão aumenta o espírito, demasia apaga-o.   (Stendhal) As paixões ensinaram a razão aos homens.   (W. Shakespeare)
              
3 3 4 4
Eu não desejava a vitória, mas a luta.   (A. Strindberg) Veni, vidi, vici - Chegar, ver, vencer.   (J. Cesar) Sejam realistas, exijam o impossível.   (Maio 1968) A vaidade torna-nos tão crédulos como tolos.  (Florian)
              
5 5 6 6
Os egoístas não sabem conversar: só falam de si próprios.   (A. B. Alcott) Não prestamos para nada se só formos bons para nós próprios.   (Voltaire) Sobre as asas do tempo, a tristeza vai-se embora.   (J. de la Fontaine) Cuidado com a tristeza. Ela é um vicio.   (G. Flaubert)
              
7 7 8 8
O sabbat foi faito para o homem e não o homem para o sabbat.             (S. Marcos) A ociosidade é a mãe da filosofia.   (T. Hobbes) O homem sensato é aquele que se surpreende com tudo.   (A. Gide) Nada surpreende quando tudo surpreende.   (Rivarol)
              
9 9 10 10
O Deus do mundo é o prazer.           (G. de Nerval) Sempre prazer não é prazer.   (Voltaire) A alegria é a nossa evasão do tempo.   (S. Weil) Uma alegria partilhada é uma dupla alegria.   (J. Deval)
              
11 11 12 12
Odeio o movimento que desloca as linhas.   (C. Baudelaire) Nunca atingiremos o impossível, mas ele serve-nos de lanterna.   (R. Char) No amor vale mais a caçada do que a captura.   (E. Pasquier) Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direcção.      (A. Saint-Exupéry)
              
13 13 14 14
A imaginação é que perde as batalhas.   (J. de Maistre) A melhor defesa é o ataque.   (dito popular) Admiramos o mundo através do que amamos.   (A. de Lamartine) A admiração comença onde acaba a comprensão.   (C. Baudelaire)
              
15 15    
Aquele de vós que nunca pecou que lhe atire a primeira pedra.   (S. João) Só os tolos são castigados, nunca os viciosos.   (Marguerite de Navarre)    

ç

 

HOME   H   PAGE